Home » Sala de Imprensa » Honda resgata ícone e lança CRF1000L Africa Twin 2016 na Europa

Honda resgata ícone e lança CRF1000L Africa Twin 2016 na Europa

Modelo é apresentado oficialmente com visual moderno e novas tecnologias para atrair público no mercado internacional

Publicado em 27/07/2015

‹‹ Voltar

thumb_27072015-julho-linkpress-honda-resgata-icone-e-lanca-crf1000l-africa-twin-2016-na-europa-destaque.jpg

A Honda anunciou a volta de um de seus modelos mais icônicos do passado: a CRF1000L Africa Twin 2016. O modelo estará disponível no mercado europeu até o final de 2015, norteado pelos mesmos conceitos off-road e aventureiros de sua versão antecessora, que conquistou grande sucesso na década de 1980 entre os fãs do fora-de-estrada. A novidade traz alta tecnologia e design atual, além de toda experiência da Honda em competições do fora de estrada em duas rodas, fonte de inspiração para a idealização do projeto.

O primeiro indício de seu possível retorno ao mercado surgiu em 2014, com a exposição de um protótipo no Salão de Milão, na Itália. Recentemente, em maio deste ano, foram divulgadas novas imagens, ainda que ligeiramente disfarçadas, sem a exploração de detalhes visuais e técnicos. Agora, o produto chega à sua versão final, com a responsabilidade de representar novamente uma das motocicletas de maior sucesso Honda no mercado mundial.

Tradição e desempenho no fora-de-estrada
Caracterizada pela mesma imponência de sua antecessora, a CRF1000L Africa Twin é uma motocicleta totalmente nova. Do passado, foram resgatados apenas o nome e detalhes visuais que marcaram a primeira versão. Trata-se de um projeto inédito, idealizado com tecnologia atual, que agregou toda a tradição da Honda em participações no Rally Dakar, além do espirito aventureiro dos modelos antecessores da década de 1980.

Todo o conjunto está mais esguio, e remete a uma motocicleta imponente e ágil. Suas linhas são altas e estão bem definidas. O bloco ótico com farol duplo e carenagem frontal elevada  se estende em peça única até as laterais do tanque de combustível, com capacidade para 18,8 litros. Outra característica marcante da versão anterior - e novamente aplicada - são as carenagens de bengala, itens que permitiram um pouco de nostalgia, mais beleza e sofisticação ao modelo.

O painel de instrumentos agora é digital e conta com dois visores exclusivos para conferir as principais informações de funcionamento do motor e sistema elétrico, além de dados completos de medição do computador de bordo para o consumo e quilometragem.

O assento tem altura ajustável em 20mm, com 850mm em seu ponto mais baixo; e altura em relação ao solo (vão livre) de 250mm. A nova CRF1000L Africa Twin 2016 oferece conforto e disposição para encarar qualquer tipo de terreno com eficiência e segurança no off-road, seu habitat natural. Para os aventureiros, há espaço suficiente para o garupa, além de alças e apoios para instalar bauletos, malas e como pontos de fixação para bagagens em geral.

Desempenho para qualquer situação
Tanto em trilhas ou estradas sem pavimento, quanto em grandes centros urbanos, a vitalidade do conjunto mecânico é um dos maiores destaques da nova CRF1000L Africa Twin. Seu projeto ganhou forma baseado no conceito “Go Anywhere”, premissa onde a motocicleta pode superar qualquer desafio e levar o piloto e garupa a qualquer lugar.

O novo motor tem grande flexibilidade para utilização em qualquer tipo de piso, com respostas instantâneas de potência e torque em qualquer faixa de rotação. Recebeu inspiração nos similares de competição on-off road, como utilizados nos modelos CRF 250R e CRF 450R. Possui dois cilindros paralelos e 998cm³ de capacidade volumétrica, com comando Unicam, quatro válvulas por cilíndro e virabrequim de 270º. Leve e compacto, tem potência de 94 cv (70 kW) a 7.500 rpm e torque de 98 N.m a 6.000 rpm.

A CRF1000L Africa Twin 2016 oferece opcionalmente um sistema automatizado de embreagem dupla (DCT) de seis velocidades e três estilos de pilotagem. A opção manual é a padrão, que permite ao motociclista realizar mudanças de marchas através de teclas localizadas ao lado esquerdo do guidão. O modo “D” assegura um perfeito equilíbrio entre economia de combustível e conforto de velocidade cruzeiro. A opção “S” possibilita uma condução mais esportiva do modelo e conta com três sub-níveis diferentes: “S1”, “S2” e “S3”. Outra inovação é o sistema HSTC (Honda Selectable Torque Control), que oferece três tipos de controle de tração e possibilita ainda que o piloto desabilite o sistema de freios ABS nas versões com esta opção.

Na ciclística, a CRF1000L está equipada com chassi de aço com berço semi-duplo e subframe traseiro também do mesmo material, com boas respostas a torções e rigidez estrutural. Todos os componentes foram desenvolvidos visando a centralização de massas e baixo centro de gravidade. O resultado é uma pilotagem esportiva, suave e confortável.

As rodas raiadas com aros de alumínio utilizam pneus nas medidas 90/90-21 (dianteiro) 150/70-18 (traseiro). Na frente, a suspensão possui garfo invertido e possibilidade de ajustes de acordo com o tipo de uso. A traseira é do tipo monoamortecida, com opção de ajuste de pré-carga da mola. Os freios têm disco duplo com pinças radiais de quatro pistões (dianteira) e disco simples (traseira), com 310mm e 256mm, respectivamente, além do sistema opcional ABS (anti-travamento), em versão específica. 

Disponível até o final de 2015 na Europa, a CRF1000L Africa Twin será oferecida em três versões: Standard, ABS e DCT (com dupla embreagem); em quatro opções de cores CRF Rally, Tricolor, prata ou preta. Seu preço público sugerido a partir de €12.100.

Sobre o grupo Honda no Brasil - Presente no país desde 1971, quando começou a importar, e em seguida a produzir motocicletas em Manaus (AM), a Moto Honda da Amazônia Ltda. é atualmente a maior fabricante de motos do Brasil, com mais de 20 milhões de unidades produzidas.  Desde 2001, a empresa produz, também em Manaus, modelos de motores estacionários, além de comercializar geradores, motobombas, roçadeiras, cortadores de grama e motores de popa importados de outras unidades da marca no mundo. Um ano depois iniciou a produção de quadriciclos na unidade. Em 1992, com a criação da Honda Automóveis do Brasil Ltda., a empresa entrou no competitivo mercado automobilístico brasileiro também por meio de importações e, a partir de 1997, com a produção nacional de automóveis no município de Sumaré (SP). Em 2013, anunciou sua segunda planta de automóveis, em Itirapina, interior de São Paulo, com inauguração prevista para 2015. Em uma iniciativa inédita no segmento automotivo no país, a empresa iniciou, no mesmo ano, a construção do seu primeiro parque eólico na cidade de Xangri-Lá, no Rio Grande do Sul, inaugurado em novembro de 2014.  Para administrar as operações do parque, que irá suprir toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, foi criada a Honda Energy do Brasil. No país, também faz parte do grupo a Honda Serviços Financeiros, que reúne o Consórcio Nacional Honda, a corretora Seguros Honda, a Leasing Honda e o Banco Honda. Presentes na rede autorizada de todo o Brasil, os serviços oferecidos facilitam o acesso dos clientes aos produtos da marca.

Mais Informações para a imprensa
(Motocicletas, Quadriciclos e Produtos de Força Honda)
 

Confira a Galeria de Imagens

  • Galeria de Foto
  • Galeria de Foto
  • Galeria de Foto